Blog

Postado em em 19 de junho de 2024

5 Exercícios de Fórmulas do Power BI para Praticar

Aprenda a resolver 5 exercícios de fórmulas do Power BI para que você consiga praticar e avaliar seu nível de aprendizado com as fórmulas DAX.

Caso prefira esse conteúdo no formato de vídeo-aula, assista ao vídeo abaixo ou acesse o nosso canal do YouTube!

Para receber por e-mail o(s) arquivo(s) utilizados na aula, preencha:

5 Exercícios de Fórmulas do Power BI para Praticar

Na aula de hoje, vamos resolver cinco exercícios de fórmulas do Power BI para que você possa praticar e medir seu conhecimento em relação às fórmulas DAX.

A ideia é que você tente solucionar os exercícios antes de ver como foram resolvidos, dessa forma, você pode comparar sua solução com a minha. Mas, caso prefira, também pode acompanhar o passo a passo junto comigo!

Eu separei cinco exercícios de fórmulas DAX no Power BI, que são extremamente importantes, para que você saiba como resolver um problema no Power BI a partir de um desafio proposto.

Você precisará saber qual fórmula usar, qual abordagem tomar e como utilizá-la para resolver o problema. É por isso que esses exercícios práticos serão tão importantes para te auxiliar nos seus estudos e desenvolvimento com o Power BI.

E aí, bora praticar as fórmulas DAX e ver como está o seu nível no Power BI? Então, faça o download do material disponível e vem comigo!

Apresentando a Base de Dados

No material disponível para download, você encontrará a base de dados que utilizaremos para solucionar os exercícios propostos, assim como o arquivo com os desafios.

Apresentando a Base de Dados

Essa base de dados apresenta o histórico de vendas de uma empresa, com informações sobre as datas das vendas, os produtos vendidos, a quantidade, o preço de custo e de venda e o local da venda.

Exercício #1

Crie uma medida que calcule o faturamento total da empresa. Apresente no Relatório o Faturamento de acordo com cada Marca.

Para resolver esse desafio, primeiro precisamos criar uma medida para calcular o faturamento total da empresa, que é a soma do faturamento individual de cada venda.

No entanto, não temos uma coluna com o faturamento por venda, que seria a multiplicação do preço unitário pela quantidade vendida. Então, primeiro precisamos obter esse valor para depois calcular o faturamento total.

Uma forma de fazer isso seria criar uma coluna nova com o faturamento por venda e depois aplicar a função SUM nela.

Esse método funcionaria, porém, não é o mais eficiente. Por isso, utilizaremos a função SUMX, em que podemos realizar esse cálculo sem a necessidade de criar uma nova coluna.

A SUMX é uma das funções iteradoras DAX no Power BI, que permitem realizar cálculos linha por linha e aplicar agregações (soma, máximo, mínimo, média, etc.).

Dessa forma, podemos utilizar a fórmula SUMX no Power BI para realizar uma soma sem precisar de uma coluna específica na tabela, executando tudo através da medida.

A fórmula funciona da seguinte forma: você fornece a tabela na qual o cálculo será realizado e, em seguida, especifica a expressão a ser calculada para cada linha da tabela.

SUMX

Então, vamos criar a medida Faturamento e aplicar a fórmula.

Faturamento = SUMX(
    Vendas,
    Vendas[PrecoUnitario]*Vendas[Qtd. Vendida]
)

Basicamente, o que essa fórmula está fazendo é, para cada linha, calcular o faturamento individual das vendas e armazenar esse valor, que é somado com o resultado da próxima linha até obter o faturamento total.

Com a medida feita, podemos formatá-la como moeda, deixando o número de casas decimais em dois, e criar um cartão na guia de relatório para visualizar o valor.

Faturamento

Com isso, temos o valor total do faturamento da empresa. Porém, a segunda parte do exercício pede para apresentarmos o faturamento de acordo com cada marca.

Para fazer isso, vamos adicionar uma matriz, passando a coluna Marca para o campo das Linhas e a medida Faturamento para o campo de Valores.

Faturamento por marca
Faturamento por marca

Dessa forma, temos tanto o faturamento total quanto o faturamento por cada marca.

Exercício #2

Calcule o Lucro Bruto da empresa (Receita – Custo do Produto). Depois apresente o Lucro Bruto por Categoria, e calcule também a Margem de Lucro Bruto da empresa (em percentual).

O primeiro passo para a solução desse desafio é calcular o lucro bruto da empresa. O lucro bruto de cada venda é obtido subtraindo o custo unitário do preço unitário e multiplicando pela quantidade vendida.

Como queremos o lucro bruto total da empresa, utilizaremos novamente a função SUMX para obter esse resultado, já que não temos uma coluna com o lucro bruto individual.

Lucro Bruto = SUMX(
    Vendas,
    (Vendas[PrecoUnitario]-Vendas[Custo Unitário])*Vendas[Qtd. Vendida]
)

Novamente, podemos formatar a medida como moeda com duas casas decimais e criar um cartão para exibir o resultado.

Lucro Bruto

Agora que já temos o lucro bruto da empresa, podemos criar uma matriz para determinar o lucro bruto por categoria, definindo a coluna Categoria como Linhas e o Lucro Bruto como Valores.

Lucro por Categoria

Para finalizar, precisamos calcular a margem de lucro bruto da empresa. A margem de lucro bruto é calculada como a porcentagem do lucro bruto em relação ao faturamento total da empresa.

Então, para calculá-la, basta criar uma nova medida dividindo o Lucro Bruto pelo Faturamento.

Margem Bruta = [Lucro Bruto]/[Faturamento]

Por fim, formatamos essa medida como porcentagem e adicionamos o resultado a um cartão na guia relatório.

Margem Bruta

Exercício #3

Calcule a média de vendas feitas por dia na empresa.

Para calcular a média das vendas feitas por dia na empresa, precisamos pegar o número total de vendas feitas e dividir pelo total de dias.

Para calcular o total de vendas, basta somarmos a coluna Qtd. Vendida. Então, vamos criar essa medida e aplicar a função SUM.

Total Vendido = SUM(Vendas[Qtd. Vendida])

Para visualizar o resultado, podemos criar um cartão na guia de relatórios e adicionar essa medida, visualizando assim o valor de 405 mil unidades vendidas.

Total Vendido

Agora, precisamos calcular a quantidade de dias que a empresa operou. Na nossa tabela, temos a coluna Data da Venda, porém essa coluna possui valores repetidos, pois podemos ter mais de uma venda em um dia.

Para calcular apenas a quantidade de dias únicos que a empresa trabalhou, vamos utilizar a função DISTINCTCOUNT.

Essa função recebe como argumento o nome da coluna desejada e retorna a quantidade de valores distintos presentes nela. Vamos criar uma medida para utilizá-la.

Qtd Dias = DISTINCTCOUNT(Vendas[Data da Venda])

Também podemos exibir esse resultado em um cartão.

Qtd Dias

Com os dois valores em mãos, podemos criar uma medida para calcular a média de vendas feitas por dia e adicionar a um cartão também.

Média Diária de Vendas = [Total Vendido]/[Qtd Dias]

média de vendas

Exercício #4

Calcule o crescimento % de faturamento de cada ano com relação ao ano anterior.

Esse é um exercício de comparativo entre anos. Para calcular o percentual de faturamento de cada ano em relação ao ano anterior, precisamos primeiro ter o faturamento para cada ano.

Como já temos a medida do Faturamento, podemos criar uma matriz passando o Faturamento para o campo Valores e as Datas da tabela calendário para o campo Linhas, ajustando para exibir apenas os Anos e os Meses.

medida do Faturamento

Dessa forma, já conseguimos visualizar os valores do faturamento para cada ano e o faturamento total.

Tendo esses valores, precisamos calcular o crescimento de um ano para o outro. O cálculo é feito da seguinte forma: (Valor do ano atual – Valor do ano anterior)/ Valor do ano anterior.

Logo, precisamos criar uma medida para calcular o faturamento do ano anterior ao ano analisado, para aplicar esse valor ao nosso cálculo. Para fazer isso, utilizaremos as fórmulas CALCULATE e DATEADD.

A função CALCULATE nos permite fazer um cálculo com base em uma condição. Por sua vez, a função DATEADD nos permite criar essa condição, “deslocando” o período analisado para o ano anterior.

Logo, quando estivermos analisando o faturamento do ano de 2023, também teremos acesso ao faturamento do ano de 2022.

Vamos criar uma nova medida chamada Fat Ano Anterior.

Fat Ano Anterior = CALCULATE([Faturamento],
DATEADD(Calendario[Datas],-12, MONTH)
)

Dentro dessa medida, utilizamos a fórmula CALCULATE para calcular o [Faturamento], a expressão que queremos calcular, com base no filtro desse cálculo, definido pela fórmula DATEADD.

Na fórmula DATEADD, passamos três informações: a coluna que contém todas as datas do período que queremos analisar (Calendario[Datas]), o número de intervalos que queremos deslocar (-12 porque queremos deslocar um ano para trás) e qual é esse intervalo (MONTH porque queremos deslocar 12 meses).

Com essa medida criada, podemos adicioná-la aos valores da nossa matriz.

Faturamento Ano Anterior

Agora podemos calcular o percentual de crescimento seguindo o cálculo mencionado anteriormente. Para isso, crie uma nova medida chamada % Crescimento Fat.

Para realizar o cálculo sem erros, evitando a divisão por zero, já que não existe ano anterior a 2022, utilizaremos a fórmula DIVIDE.

% Crescimento Fat = DIVIDE(
    [Faturamento]-[Fat Ano Anterior],
    [Fat Ano Anterior]
)

Com isso, podemos formatar essa medida para percentual e adicioná-la aos valores da matriz.

% Crescimento Faturamento

A princípio, parece que conseguimos solucionar o exercício, porém, tem um detalhe importante que precisa ser levado em consideração.

Ao avaliar o ano de 2024, há um indicativo de uma queda de 74,69% em relação ao ano anterior. No entanto, essa informação não é precisa, porque ele está comparando o ano inteiro de 2023 com apenas 4 meses de 2024.

meses de 2024

Para realizar uma análise mais precisa entre os anos 2023 e 2024 no Power BI, é crucial considerar o período vigente. Isso significa verificar se as datas em análise estão dentro do intervalo em que temos registros de vendas.

Ou seja, as datas posteriores à última data de venda registrada não serão consideradas.

A solução para isso é criar a coluna Data Válida? dentro da nossa tabela de calendário. Essa coluna receberá a seguinte fórmula:

Data Válida? = IF(
    Calendario[Datas]<=MAX(Vendas[Data da Venda]),
    "Sim",
    "Não"
)

Aqui, utilizamos a função IF para verificar se as datas da coluna Data na tabela Calendário são menores ou iguais à data máxima na coluna Data da Venda da tabela Vendas (ou seja, a data mais recente com venda).

Se a condição for verdadeira, a coluna Data Válida? será preenchida com Sim; caso contrário, será preenchida com Não.

Data Válida?

No caso, a data máxima é 01/04/2024, porém essa fórmula atualizará automaticamente a tabela caso novas vendas sejam adicionadas na tabela Vendas.

Feito isso, para finalizar, vamos adicionar a coluna Data Válida? aos Filtros da matriz, selecionando apenas a opção Sim. Isso nos permitirá visualizar e considerar apenas as datas válidas.

adicionar a coluna Data Válida? aos Filtros da matriz

Agora sim conseguimos ter os valores comparados corretamente.

Exercício #5

Calcule a quantidade de novos clientes por ano.

Para calcular a quantidade total de clientes distintos atendidos na empresa, podemos utilizar a função DISTINCTCOUNT passando a coluna ID Cliente.

Clientes Distintos = DISTINCTCOUNT(Vendas[ID Cliente])

Com essa medida pronta, podemos visualizar a quantidade de clientes distintos atendidos em cada ano. Para isso, basta criarmos uma matriz com os Clientes Distintos como Valores e os Anos como Linhas.

Clientes Distintos

Porém, isso ainda não soluciona o nosso problema. Nós temos a quantidade de clientes únicos atendidos a cada ano, mas em 2023 e 2024 podem existir clientes únicos que já foram atendidos nos anos anteriores.

Para identificar os novos clientes por ano, precisamos criar uma coluna que identifique o ano em que cada cliente foi atendido pela primeira vez. Vamos chamá-la de Ano Inicial Cliente.

Ano Inicial Cliente =
var clienteatual = Vendas[ID Cliente]
return
YEAR(CALCULATE(
    MIN(Vendas[Data da Venda]),
    FILTER(Vendas,
    Vendas[ID Cliente]=clienteatual)
))

Repare que esta é uma fórmula mais complexa se comparada com as outras que utilizamos ao longo dessa aula, então vamos compreendê-la por partes.

Primeiro, criamos uma variável chamada clienteatual que armazena o valor do ID do cliente da linha atual na tabela Vendas.

Em seguida, usamos a função YEAR para extrair o ano de uma data. Essa data será obtida a partir da função CALCULATE.

Como vimos, a função CALCULATE permite que realizemos um cálculo com base em um filtro específico. Aqui, queremos calcular a data mínima da venda para o cliente atual. Para isso, utilizamos a função MIN, que retorna a menor data na coluna Data da Venda.

Para garantir que estamos calculando a data mínima apenas para o cliente atual, utilizamos a função FILTER.

A função FILTER aplica um filtro na tabela Vendas, retornando apenas as linhas onde o ID do Cliente é igual à variável clienteatual.

Assim, conseguimos obter o ano da primeira compra para cada cliente.

Ano Inicial Cliente

Feito isso, podemos criar uma nova matriz, passando a coluna Ano Inicial Cliente para o campo linhas e a medida Clientes Distintos para os valores.

Clientes Novos por ano

Dessa forma, temos a quantidade de novos clientes que foram atendidos em cada ano.

Conclusão – 5 Exercícios de Fórmulas do Power BI para Praticar

Na aula de hoje, vimos cinco exercícios de fórmulas do Power BI para que você possa praticar e medir seus conhecimentos em relação às fórmulas DAX.

Esses exercícios práticos são fundamentais para auxiliar no seu aprendizado e desenvolvimento com o Power BI. Ao praticar, você fortalece suas habilidades em DAX, fórmulas extremamente importantes para trabalhar com BI. Continue praticando e retomando esses e outros exercícios para melhorar ainda mais seu nível e domínio do Power BI.

Hashtag Treinamentos

Para acessar outras publicações de Power BI, clique aqui!


Quer aprender mais sobre Power BI com um minicurso básico gratuito?