Blog

Postado em em 9 de junho de 2022

Como usar variáveis no Power BI em DAX? Guia Prático

Na programação, as variáveis cumprem um papel importantíssimo, por isso são indispensáveis. São pedaços de códigos que ajudam a organizar a leitura e a recuperar uma mesma lógica ou um mesmo valor várias vezes. 

Assim, é possível obter melhor desempenho e maior produtividade. É praticamente impossível programar algo em um nível profissional sem a manipulação devida delas. 

As variáveis no Power BI são igualmente relevantes. Elas devem ser usadas corretamente, de acordo com os padrões de sintaxe do DAX, de modo a evitar erros. 

Neste conteúdo, vamos entender melhor o que é uma variável e por que é vantajoso utilizá-las em um projeto no Power BI.

Veja também:

Clique aqui para baixar a planilha utilizada nessa publicação!

O que são variáveis (VAR)?

Variáveis nada mais são do que nomes que damos para atribuir fórmulas ou valores. Isso é muito útil, pois facilita a utilização dentro de outras fórmulas e fica mais fácil de entender o que está sendo feito.

Outra vantagem das variáveis é que quando atribuímos um valor ou fórmula e depois passamos a utilizar somente esse nome ele assume essa fórmula ou valor sempre que for utilizada. 

Então caso o usuário tenha que alterar algo dentro dela não precisará fazer isso no código inteiro, basta alterar a variável.

Na programação, são espaços de memória, com um identificador, que classificamos como um nome. Então, sempre que for necessário referenciar o espaço, usamos o seu nome. 

Ou seja, é como uma pequena unidade de estrutura de dados que guarda alguma informação. O interessante é que as mudanças naquelas informações podem ocorrer, sem que o usuário programador tenha controle total delas.

Seu nome geralmente é algo que faz sentido no domínio do problema. Quanto mais sentido fizer, melhor será a leitura do código. Comparando com bases de dados, podem ser como o título das colunas. 

O termo variável é um contraste a outro termo famoso nesse mundo da programação: as constantes. As variáveis têm esse nome porque seu valor pode variar a depender da lógica, pois você pode sempre atribuir uma nova informação a ela. 

Ao passo que constantes são elementos que definimos como fixos, ou seja, que não mudam seu valor.

Sintaxe

A sintaxe principal para declarar uma variável no Power BI é:

  • VAR <nome> = <expressão>

Sendo que o nome é o identificador pelo qual aquela variável ficará conhecida. Usamos para referenciar aquele espaço de memória e facilitar a nossa programação. Já a expressão é o valor, que pode ser um elemento simples ou um bloco de informações.

Em DAX, como expressão você pode passar o resultado de uma função, por exemplo. Assim, o resultado daquela função será o valor armazenado e referenciado por aquela variável.

Depois da declaração, você pode usar a variável em diferentes contextos, como na posição de um argumento em uma função, por exemplo. É só chamar e manipular seu valor, que pode ser conhecido ou não.

Por que usar variáveis DAX no Power BI?

Essas variáveis serão utilizadas quando o usuário quiser facilitar o uso de fórmula e valores, dessa forma não será necessário escrever sempre as mesmas fórmulas ou valores.

Isso também acaba evitando com que o usuário insira informações erradas, pois tendo sua variável definida ele pode utilizá-la sem ter que escrever e esquecer alguma informação.

Vamos entender as vantagens de usar variáveis no Power BI. 

Melhora o desempenho

Usar variáveis é contribuir com o desempenho do seu projeto. 

Como em uma linguagem de programação comum, por exemplo, a variável libera o sistema de tentar ler e interpretar um pedaço de código toda vez que for necessário usá-lo.

Em outras palavras, você só faz referência à variável e o sistema já busca o valor dela, sem precisar repetir toda uma expressão e verificar o valor novamente. Isso é muito perceptível quando o valor da variável é um cálculo numérico ou uma expressão mais elaborada.

Se você tem uma soma de vários elementos como valor de sua variável, não precisará repetir essa soma quando precisar dela em algum lugar do código. O cálculo é feito somente uma vez e já é armazenado. Economiza tempo do programa em fazer consultas para verificar os dados.

Caso você não tivesse uma variável nesse caso, precisaria fazer essa operação toda vez, o que prejudica bastante o desempenho do seu projeto. 

Quando falamos em grandes conjuntos de dados, isso faz muita diferença. A velocidade de leitura vai trazer um grande impacto para o uso no geral.

Reduz a complexidade

No DAX, usar uma variável ajuda a reduzir a complexidade do seu código. Quando você trabalha com filtros, por exemplo, precisa usar expressões específicas, como Earlier, para referenciar outros filtros. 

Com uma variável, você não precisa complicar ainda mais seu código: elas não são afetadas pelo filtro modificado.

No geral, isso contribui para que seu esforço de codificação seja reduzido. Você não precisa perder muito tempo tentando recuperar determinados comandos e pode investir toda sua energia na criação da lógica.

Em programação, podemos dizer que isso significa que o uso de variáveis permite abstrair certas questões mais técnicas do código. Isso faz com que todo o processo se torne mais intuitivo e fácil para usuários programadores e para quem lê os códigos. 

Auxilia na depuração de fórmulas

Depurar algo com variáveis é muito mais fácil e simples do que em um cenário sem elas. Até mesmo para se guiar e testar valores a fim de descobrir onde estão os erros, as variáveis no Power BI ajudam mais.

Melhora a legibilidade

Por outro lado, variáveis são grandes aliadas da manutenção de código e da legibilidade. Por exemplo, se você não usa variáveis e apenas escreve expressões complexas diretamente no código, isso significa muito mais trabalho e esforço para quem precisa ler.

A pessoa precisará entender tudo o que está sendo feito e acompanhar a lógica toda vez que aquela operação se repetir. 

Se uma operação é passada para uma variável com um nome intuitivo, fica mais simples entender do que se trata. Toda vez que aquela variável surge, o entendimento do que está acontecendo ocorre na hora.

Se você tem duas variáveis, sendo que uma é chamada de VendasRecentes e outra é VendasAnteriores, fica mais fácil entender cada uma.

Toda vez que VendasRecentes aparecer, você vai compreender que se trata das vendas do período mais atual, e não precisará decodificar uma expressão completa com outros elementos.

Por outro lado, toda vez que VendasAnteriores surgir, você logo entenderá que a questão analisada são as vendas em outros períodos. Ou seja, é possível inclusive estabelecer a diferença entre variáveis similares (como essas que se referem a vendas).

Então, ler o código depois fica bem mais fácil. Em códigos grandes para conjuntos enormes de dados, o uso de variáveis ajuda a situar a pessoa na lógica usada em pouquíssimo tempo.

Como usar variáveis no Power BI?

Quando estamos escrevendo uma fórmula para criar uma medida podemos inserir uma variável colocando o texto var + o nome da variável e em seguida o símbolo de igual.

Então criando variáveis dentro do Power BI é um procedimento bem simples, mas que pode ajudar bastante na construção de fórmulas.

Inserindo a variável de Lucro:

Inserindo a variável de Lucro:

Aqui vamos construir a fórmula para a Margem de Lucro, no entanto estamos começando com a inserção da variável lucro.

Veja que neste caso estamos criando a variável lucro como se fosse uma medida normal dentro da própria medida.

Como para a margem de lucro precisamos também do faturamento vamos criar outra variável com a fórmula de faturamento.

Inserindo a variável Faturamento:

Inserindo a variável Faturamento:

Agora dentro da medida de margem de lucro temos uma variável para lucro e outra para faturamento, agora podemos utilizar essas duas variáveis para efetuar o cálculo.

Como estamos tratando com variáveis, é necessário colocar a função return logo em seguida para que o programa entenda que vamos retornar um valor e esse valor será uma fórmula utilizando as variáveis criadas.

Finalizando a declaração das variáveis e inserindo a fórmula:

Finalizando a declaração das variáveis e inserindo a fórmula:

Desta forma temos a informação da margem de lucro. É possível colocar essa informação dentro de um cartão e formatá-la como porcentagem para melhorar a visualização.

Analisando o resultado da fórmula dentro de um cartão:

Analisando o resultado da fórmula dentro de um cartão:

Então o uso das variáveis é para facilitar a construção da fórmula até para que o usuário não se atrapalhe com tanta informação.

Neste caso se fôssemos inserir todas as informações juntas poderíamos ter cometido um erro na divisão por exemplo, pois é necessário dividir todo o lucro pelo faturamento.

E na matemática se colocar apenas 1 informação sem indicar o que será dividido os programas vão pegar somente a última que está próxima a divisão, então isso pode gerar um erro.

Para evitar esse tipo de erro e facilitar a construção e visualização das fórmulas é que utilizamos as variáveis.

Conclusão

Como vimos, as variáveis no Power BI são poderosas ferramentas que ajudam a nomear expressões e blocos de código que serão utilizados novamente. 

Assim como no universo da programação, são blocos de armazenamento que ajudam na legibilidade, na redução da complexidade, na depuração e no aumento do desempenho. 

Quer sair do zero em Python e virar uma referência na sua empresa? Matricule-se agora mesmo no Python Impressionador!