Blog

Postado em em 10 de novembro de 2022

Python em 10 Minutos – Para Iniciantes!

Já imaginou aprender Python em 10 minutos? É claro que não vai aprender tudo, quero te dar uma breve introdução nesse tempo!

Caso prefira esse conteúdo no formato de vídeo-aula, assista ao vídeo abaixo ou acesse o nosso canal do YouTube!

Python em 10 Minutos

Aprenda Python em 10 min

Quer dar seus primeiros passos em Python em 10 minutos? Eu vou te dar uma breve introdução ao Python e te mostrar alguns comandos básicos no Python para você começar.

Não entenda por comandos básicos, comandos que você só vai usar agora, pelo contrário, são comandos básicos, mas que você acaba usando sempre, mesmo quando tiver um nível avançado.

Introdução Python

Para começar você pode ir até o site do Google e buscar por “compilador online python”. Feito isso você pode clicar no primeiro site, que é o site onlinegdb.

Nós vamos fazer isso para que você consiga abrir um editor de código em Python sem que precise instalar nada no seu computador.

É provável que já tenha um texto escrito, mas você pode apagar tudo para que possamos começar do zero.

O primeiro código é o Print, que vai exibir uma informação seja ela um texto ou um número.

Comando print (resultado na parte inferior da imagem)
Comando print (resultado na parte inferior da imagem)

Aqui você vai notar que escreve na parte de cima em cinza, e depois que clicar em Run (para rodar o código) vai notar que o resultado aparece na parte preta, lá debaixo.

Para esse comando além de ter que escrever print e abrir parênteses para escrever o conteúdo que vai ser exibido temos um detalhe bem importante.

Quando estamos trabalhando com textos, essa informação precisa estar entre aspas duplas, como foi mostrado no exemplo. No caso de número não é necessário.

Isso tem que ser feito para que o editor entenda que o que você escreveu se trata de um texto e não de uma variável (vamos ver o que são variáveis).

Operações dentro do comando print
Operações dentro do comando print

Inclusive podemos fazer algumas operações dentro do próprio print. Então podemos somar (+), subtrair (), dividir (/), multiplicar (*) e até utilizar a potência (**).

Só que fazer essas contas dentro do print não é algo muito prático, então nós podemos utilizar as variáveis em Python.

Uma variável nada mais é do que um texto que vai armazenar uma informação. Então sempre que escrever esse texto ele vai ser traduzido para o valor que foi armazenado.

Variáveis em Python
Variáveis em Python

Aqui nós temos 3 variáveis, vendas, custo e lucro. Então nas duas primeiras nós estamos armazenando um valor em cada uma delas.

Isso quer dizer que sempre que utilizarmos vendas no código, vai significar o valor 1000. Então podemos dentro da variável lucro fazer a operação de vendas – custo.

Que é o mesmo que fazer 1000 – 300. Por fim podemos exibir essa informação utilizando o comando print.

IMPORTANTE: Note que dessa vez nós escrevemos apenas lucro sem aspas duplas, por quê? Isso é porque o nome lucro é uma variável e não um texto, então o próprio editor entende isso e exibe o valor dessa variável. Por isso que precisamos colocar aspas duplas para texto, para que não se confunda com variáveis!

Utilizando texto com variáveis no print
Utilizando texto com variáveis no print

Dá só uma olhada nas variações que você pode fazer dentro do print para colocar um texto em conjunto com uma variável.

Dessa forma você não fica preso a usar só um texto ou só a variável, você pode juntar os dois para deixar isso automático, pois independente do valor, será mostrado o texto mais o valor da variável.

Agora eu quero te mostrar uma estrutura condicional dentro do Python que é muito conhecida e muito utilizada.

É a estrutura if, que traduzindo para o português seria o “se”. Então você pode pensar assim: “Se isso acontecer faça isso”.

É basicamente uma comparação, e de acordo com o resultado dessa comparação nós vamos executar uma ação.

Estrutura if
Estrutura if

Aqui nesse caso estamos verificando com essa estrutura se o valor da variável vendas é maior do que 1000. Em caso positivo vamos entrar nessa estrutura e executar o que está dentro dela.

IMPORTANTE: Aqui você deve ter notado a indentação, que é a organização do código. Então o que está dentro do IF é o que está com esse espaço a mais abaixo dele. Isso faz com que o código saiba o que ele tem que executar caso a sua comparação seja verdadeira.

Nesse caso, se o valor da variável for maior nada vai acontecer, vamos simplesmente ignorar o código dentro do if e seguir com o restante do código.

Estrutura if e else
Estrutura if e else

Agora nesse exemplo, nós temos o else, que traduzindo seria o “senão” ou “caso contrário”. Então vamos verificar se a variável vendas é maior do que 1000.

Em caso positivo vamos mostrar o texto “Ganhou bônus”, caso contrário vamos mostrar “Não ganhou bônus”.

OBS: Nota-se que nesse caso uma das duas mensagens vai aparecer, pois a variável ou vai ser maior do que 1000, ou será menor ou igual a esse valor. Então ou teremos o bônus ou não. Então nunca vamos ter as duas condições ao mesmo tempo!

Vamos falar sobre listas e de uma estrutura de repetição chamada for que vai ser muito útil e vai te ajudar muito mesmo nos seus códigos.

Python em 10 Minutos
Estrutura de repetição for

Inicialmente nós temos uma variável, mas essa variável contém uma lista, e toda lista precisa estar entre colchetes, para indicar que é uma lista.

Com isso você pode colocar diversas informações, como se fosse uma lista mesmo, separando os itens por vírgulas e lembrando que tudo que for texto precisa estar entre aspas duplas.

Logo abaixo temos a estrutura de repetição for, que vai repetir o código que está dentro dela uma quantidade x de vezes.

Isso é muito importante, para evitar com que você escreve um mesmo código 10, 50, 100 vezes. O que deixaria seu código bem mais pesado e muito grande.

Agora imagine que você precisa mostrar para o usuário todos os itens da sua lista, e essa lista tivesse 1000 itens.

Você não iria querer escrever um print 1000 vezes não é mesmo? Para isso podemos utilizar essa estrutura de repetição que vai repetir esse código de forma automática e muito rápida.

Nesse caso temos a seguinte estrutura: for produto in listaprodutos:

Aqui você pode ler da seguinte maneira: “Para cada item dentro da variável faça isso”.

  • For – É a própria estrutura que vai fazer a repetição;
  • Produto – É uma variável (um nome qualquer), mas que indica uma “unidade” dentro do que vai estar repetindo;
  • In – Quer dizer dentro;
  • Listaprodutos  – É o conjunto das informações que tem.

Para facilitar vou utilizar outro exemplo, imagine que você tenha uma caixa de bolas, você poderia escrever sua expressão assim: “para cada bola dentro da caixa de bolas, faça isso”.

Então teríamos: for bola in caixadebolas

Você pode começar de traz para frente para fazer mais sentido, se temos uma caixa de bolas, dentro vamos ter bolas. O mesmo vale para a lista de produtos, se temos essa lista, dentro dela teremos produtos.

A variável não importa, o nome é apenas para deixar o entendimento mais fácil, você pode utilizar o nome da variável que quiser, mas geralmente utilizamos nomes para identificar mais facilmente do que se trata.

Então nesse caso para cada produto da nossa lista produto, nós vamos fazer o print do produto. Isso quer dizer que o For, vai percorrer a nossa lista item por item, e para cada um deles vai utilizar o comando print com a informação atual.

Python em 10 Minutos
Outro exemplo com a estrutura de repetição

Aqui temos outro exemplo mudando a lista. É claro que dentro do for você pode fazer contas, pode colocar um texto, pode colocar outros códigos que serão repetidos a cada item.

Para finalizar vamos utilizar essa estrutura de uma forma para repetir uma informação x vezes.

Python em 10 Minutos
Repetindo um código x vezes

Aqui temos a mesma estrutura, só que agora estamos passando um range, que nada mais é do que um intervalo. Só que nesse caso temos um intervalo de tamanho 10.

Isso quer dizer que vamos repetir o nosso print 10 vezes.

Conclusão – Python em 10 Minutos

Essa foi uma aula introdutória para que você possa dar seus primeiros passos em Python e ver que não é um bicho de sete cabeças nem nada do tipo, com isso eu te ensinei bastante de Python em 10 minutos.

Pelo contrário, você vai ver que o Python pode te ajudar em muitas tarefas e pode simplificar e agilizar muitas delas.

Com a estrutura de repetição você pode já diminuir um trabalho que é chato e repetitivo com poucas linhas de código.

Se quiser aprender mais sobre Python vou deixar duas sugestões de conteúdo aqui:

Hashtag Treinamentos

Para acessar outras publicações de Python, clique aqui!


Quer aprender mais sobre Python com um minicurso básico gratuito?

Quer receber um minicurso 100% gratuito de Excel? Preencha seu e-mail abaixo!