Blog

Postado em em 19 de agosto de 2021

Como usar fórmula de juros compostos no Excel? Guia Prático

Nessa publicação vou te mostrar de forma muito prática a fórmula juros compostos e como calcular juros compostos no Excel! Você vai ver que é bem simples e o Excel faz tudo pra você!

Caso prefira esse conteúdo no formato de vídeo-aula, assista ao vídeo abaixo!

Por que calcular juros compostos com o Excel?

No dia a dia, é muito comum que as pessoas precisem fazer cálculos, seja sobre o trabalho ou, mesmo, a respeito da própria vida financeira. 

A boa notícia é que o Excel sempre pode facilitar esses tipos de tarefas. Umas das maneiras é com a fórmula juros compostos. 

Sim, nós sabemos que muita gente torce o nariz só de ouvir esse termo, mas, não precisa se preocupar! 

No Excel, basta usar uma fórmula específica para saber o quanto de juros sobre juros, você ou qualquer outra pessoa precisará pagar. 

É um jeito mais fácil, prático e eficiente de realizar os cálculos. 

O que são Juros Compostos?

Juros compostos são a aplicação de juros sobre juros. Imagine uma pessoa desorganizada financeiramente, que não conseguiu pagar as suas contas, e todo mês a dívida aumenta porque os juros começam a incidir sobre os juros já existentes.

Essa bola de neve se chama juros compostos. Então, é importante que você tenha educação financeira para não estar do lado errado da bola de neve financeira.

Veja como é simples entender o que são juros compostos com esse exemplo prático.

Imagine que você emprestou R$ 1.000 para um amigo para ele devolver em 6 meses, e cobrou 10% ao mês de juros. Você não receberá apenas R$ 1.600 de volta (retorno de 60%).

No primeiro mês, o seu dinheiro aplicado será de R$ 1.100 com o primeiro rendimento. No segundo mês, o 1% incidirá sobre o valor de R$ 1.100 e assim por diante. Veja como será o rendimento no final do período:

Tabela exemplo de juros compostos
Tabela exemplo de juros compostos

Fonte: https://blog.rico.com.vc/juros-compostos-o-que-sao

Aonde esse conceito é aplicável?

Na verdade, temos diversas aplicações que utilizam, uma aplicação bem comum é o cartão de crédito que a partir do momento em que o cliente não paga começa a incidir um juros sobre o juros, aumentando mais o que o cliente tem que pagar.

Outra aplicação é a poupança que será um dos nossos exemplos, ou seja, o dinheiro guardado vai render sobre o que foi colocado e no mês seguinte vai render do total após o rendimento, então no mês seguinte teremos o rendimento do dinheiro total e não somente do que tínhamos inicialmente.

Fórmula de juros compostos: informações para o cálculo

Agora que já falamos o quanto a fórmula juros compostos pode simplificar a vida, vamos ver como começar a conta? 

O primeiro passo é reunir todas as informações necessárias para o cálculos. Nesse caso, então, os dados são os seguintes: 

  • período de ação dos juros (geralmente calculado em meses);
  • valor inicial em dinheiro;
  • porcentagem de juros mês a mês; 
  • juros acumulados (juros sobre juros). 

Além disso, claro, também é necessário ter a fórmula. A síntese geral é a seguinte: 

  • FV = PV .(1 + i )ⁿ. 
  • FV = valor futuro;
  • PV = valor presente;
  • i = taxa de juros; 
  • n = número de períodos.

Se preferir, você também pode simplesmente digitar =VF e já usar a fórmula pronta do Excel. 


Quer aprender tudo de Excel para se tornar o destaque de qualquer empresa?


Como calcular juros compostos no Excel? (Passo a Passo)

Quando você seleciona todos os dados necessários para a conta, já é possível aplicar a fórmula juros compostos. 

Para isso ficar ainda mais claro, separamos um exemplo e vamos passar todo o passo a passo dele por aqui. 

Veja: 

Inicialmente temos essa tabela com a porcentagem do juros da Poupança e o nosso saldo inicial que é de R$1.000,00.

Tabela inicial para análise dos juros compostos
Tabela inicial para análise dos juros compostos

Então o primeiro ganho que teremos no mês de janeiro é o valor inicial multiplicado pela porcentagem mensal da nossa aplicação.

Fórmula para calcular o ganho mensal com juros compostos
Fórmula para calcular o ganho mensal com juros compostos

Agora para o saldo final do mês de janeiro basta somar o saldo anterior mais o que foi obtido naquele mês.

Fórmula para calcular o saldo final do mês
Fórmula para calcular o saldo final do mês

Com essas duas fórmulas prontas basta copiá-las (ou arrastar as células que as fórmulas serão atribuídas para as células, lembrando de deixar a referência da porcentagem com o trancamento) para as outras células para podermos ter os resultados de saldo e ganhos de todo o ano de 2019 que foi analisado.

Resultado copiando as fórmulas para o restante das células
Resultado copiando as fórmulas para o restante das células

Feito isso temos o resultado de quanto será o ganho por mês durante todo o ano de 2019 e o saldo final em cada mês.

Acontece que nem sempre temos a porcentagem de rendimento ao mês, as vezes temos essa porcentagem ao ano, no entanto é possível efetuarmos essa conversão de um para o outro com as fórmulas abaixo.

Fórmulas para conversão de taxa mensal para anual e vice versa
Fórmulas para conversão de taxa mensal para anual e vice versa

O símbolo de ^ significa potência dentro do Excel, ou seja, é quando elevamos um número a algum outro. Então para transformarmos a taxa de 0,32% ao mês que temos para ano vamos utilizar a primeira fórmula.

Fórmula para transformar a taxa mensal utilizada em taxa anual
Fórmula para transformar a taxa mensal utilizada em taxa anual

Feito isso teremos o seguinte resultado:

Resultado da transformação da taxa mensal em taxa anual
Resultado da transformação da taxa mensal em taxa anual

Então se pegarmos o nosso valor inicial de R$1.000,00 e multiplicarmos por 3,85% vamos ter exatamente o valor final que calculamos após os 12 meses da aplicação.

Verificando que os valores finais são iguais após converter as taxas
Verificando que os valores finais são iguais após converter as taxas

Essa análise de conversão é importante para verificar o juros ao ano que é pago, pois o valor ao mês as vezes parece pequeno, mas se compararmos ao valor do ano acaba sendo algo bem maior, então é sempre bom sempre analisar os juros que estamos sujeitos para não pagar tanto por certos produtos ou serviços.

Exemplos de juros compostos no Excel

Como vimos, a fórmula de juros compostos pode ser usada em várias situações, bem como para o cálculo de: 

  • juros do cartão de crédito;
  • investimentos;
  • empréstimos;
  • entre outros. 

Então, para dar mais um exemplo, vamos supor que você queira saber o quanto o seu dinheiro pode render, a partir de uma aplicação de R$ 1.000,00 (informação na posição B1 da tabela), ok? 

Já a  taxa de juros é a de 5% (informação na posição B2 da tabela) e o período é equivalente é o de dois meses (informação na posição B3 da tabela). Assim, aplicando a fórmula do Excel, o cálculo seria o seguinte: 

FV = (B2;B3;B1).

Em seguida, basta dar enter e conferir o resultado. 

Viu só como calcular juros compostos pode ser muito mais fácil com a ajuda do Excel? 

Então, para ampliar os seus conhecimentos e horizontes, aproveite para fazer um curso 100% online. Estude onde e quando você quiser! 

O grande conhecimento nessa área pode facilitar suas atividades pessoais, além disso, te colocar em destaque no mercado profissional. 

Impressione a todos com sua planilhas! Conheça o curso online de Excel mais completo do mercado!

Vire uma referência no Mercado de Trabalho por causa do Power BI!

Quer saber como? Inscreva-se no Intensivão de Power BI! É gratuito!