Blog

Postado em em 21 de julho de 2022

Coluna Calculada ou Medida no Power BI – Qual Devo Usar?

Você já deve ter se perguntado devo usar coluna calculada ou medida no Power BI? Essa é uma dúvida comum e eu vou te ajudar!

Caso prefira esse conteúdo no formato de vídeo-aula, assista ao vídeo abaixo ou acesse o nosso canal do YouTube!

Para receber por e-mail o(s) arquivo(s) utilizados na aula, preencha:

Fala, Impressionadores! Na aula de hoje eu quero te mostrar a diferença entre coluna calculada e medida!

Você já sabe o que são medidas no Power BI ou o que é coluna calculada no Power BI? Fique tranquilo que eu vou te explicar cada uma delas.

Dessa forma você vai saber quando usar coluna calculada no Power BI ou quando utilizar medida no Power BI.

Não é nenhum bicho de 7 cabeças não, mas é importante que você saiba como elas funcionam para que saiba qual utilizar dentro da sua aplicação!

E aí vamos aprender qual devemos usar: coluna calculada x medida?

Arquivo base

No exemplo da aula de hoje temos uma consulta já importada para o arquivo de aula: BaseVendas. Veja:

O exemplo diz respeito a uma empresa que vende produtos diversos. Nosso desejo é realizar uma análise do faturamento com as vendas dessa empresa exemplo.

Coluna calculada

a) A primeira opção é fazer uma coluna calculada para fazer a conta de faturamento, já que temos, em cada linha, o preço unitário e a quantidade vendida.

Com as colunas calculadas, você pode adicionar novos dados na tabela BaseVendas, já inserida no nosso exemplo. Aqui você cria uma fórmula DAX (Data Analysis Expressions) que define os valores da coluna.

Então, a ideia aqui seria criar uma nova coluna, que vai fazer a simples multiplicação entre o preço unitário e a quantidade vendida, em cada linha de venda registrada na tabela BaseVendas.

Para criar uma coluna, precisaremos:

  • Na 2ª guia do Power BI (Dados)
  • Na guia Página Inicial
  • Optar por Nova Coluna
  • Assim que a barra de fórmulas se abrir, colocar o nome da coluna, seguido de um sinal de igual (=), e a operação/fórmula desejada

A fórmula criada para a nova coluna será:

Faturamento na Venda = 
BaseVendas[PrecoUnitario]*BaseVendas[Qtd. Vendida]

b) Analogamente podemos ter o custo na venda, porque temos também as informações que a compõem em duas colunas separadas: custo unitário e quantidade vendida.

Multiplicando as duas, temos o custo por venda, em cada linha.

A fórmula criada para a nova coluna será:

Custo da Venda =

BaseVendas[Custo Unitário]*BaseVendas[Qtd. Vendida]

Veja abaixo o resultado após a criação das duas colunas calculadas (Faturamento na Venda e Custo da Venda):

c) Também analogamente podemos ter o lucro na venda.

A partir das colunas criadas anteriormente, temos as informações que a compõem em duas colunas separadas: faturamento e custo das vendas.

Subtraindo as duas, nessa ordem, teremos o lucro por venda, em cada linha.

A fórmula criada para a nova coluna será:

Lucro na Venda =

BaseVendas[Faturamento na Venda]-BaseVendas[Custo da Venda]

Medida

Digamos agora que queremos ter o faturamento total da empresa com todas as vendas.

Concorda que esse número é um único número e não faz sentido tê-lo em várias linhas (numa coluna) na tabela?

É aí que entra a nossa medida. Um valor único, representado/definido por um cálculo específico.

Para criá-la, vamos:

  • Na 2ª guia do Power BI (Dados)
  • Na guia Página Inicial
  • Optar por Nova Medida
  • Assim que a barra de fórmulas se abrir, colocar o nome da medida, seguido de um sinal de igual (=), e a operação/fórmula desejada

A parte interessante aqui é que poderemos usar a coluna calculada que criamos de Faturamento na Venda como auxiliar da nossa medida.

Repare que o Faturamento Total da empresa vai ser representado pelas vendas da empresa. Somando os faturamentos individuais, teremos o faturamento total.

A fórmula criada será:

Faturamento Total =

SUM(BaseVendas[Faturamento na Venda])

Explicação da fórmula:

  • A medida de Faturamento Total vai fazer a soma dos faturamentos nas vendas da empresa, e retornar o resultado numa medida, apenas.

Comparação

Para chegar ao faturamento total da empresa, tivemos que criar 4 colunas calculadas, e uma medida considerada mais simples.

O problema disso é: sempre que possível, você deve evitar criar várias colunas na sua tabela/consulta. Cada coluna vai aumentar consideravelmente o tamanho do seu arquivo, e o desempenho do seu dashboard.

Existem outras medidas mais complexas, que vão auxiliar nisso e possibilitar pra gente criar menos colunas. Assim, deixando o relatório mais leve e com melhor desempenho.

Como utilizar a função SUMX no Power BI

A função SUMX vai fazer cálculos de forma parecida com a fórmula SUM, que já vimos anteriormente.

A diferença é que ela vai fazer os cálculos linha a linha do que está em seu argumento, e depois somá-lo. Como se você utilizasse de uma coluna calculada imaginária para fazer a soma.

Portanto, você vai evitar de criar uma coluna só para depois fazer a soma dela. Assim, evita de ter mais dados para deixar seu arquivo mais pesado sem necessidade.

Então, faremos uma fórmula SUMX para calcular o mesmo valor das duas etapas feitas acima, quando criamos uma coluna e uma medida. Veja o exemplo a seguir.

Total Faturamento (SUMX)

Para retornar o total de faturamento, devemos fazer a soma dessa coluna criada anteriormente (Faturamento na Venda). Assim, criaremos mais uma função de soma.

Para criar a medida, vamos:

  • Na segunda guia do Power BI, a Guia Dados
  • Clicar com botão direito em qualquer coluna
  • Nova medida
  • Colocar a fórmula:
Total Faturamento SUMX = 

SUMX(BaseVendas, BaseVendas[Custo Unitário]*BaseVendas[Qtd. Vendida])
  • Dar Enter

Lembrando que para visualizar o resultado dessa medida vamos criar um cartão, nas visualizações (guia de Relatório), e arrastar a nossa medida criada de “Total Faturamento SUMX” para o campo de Campos do cartão.

Repare, que temos o mesmo resultado anterior, quando utilizamos de diversas etapas anteriores, criação de colunas, medidas, para criar o que, com uma única medida, podemos criar.

Portanto, temos alguns bons motivos para utilizar esse tipo de medida, mais complexa.

Veja mais exemplos de aplicação a seguir.

Para ter quanto que a empresa teve de Custo Total com todas as vendas de produtos, poderemos fazer da seguinte maneira:

Custo Total = 

SUMX(BaseVendas,BaseVendas[Custo Unitário]*BaseVendas[Qtd. Vendida])

Explicação da fórmula:

  • A medida de Custo Total vai fazer a soma linha a linha, considerando a seguinte conta a ser feita: multiplicar o custo unitário pelas quantidades vendidas da empresa.
  • Somará a quantidade que é o resultado dessa multiplicação linha a linha, e depois retornará o resultado numa medida, apenas.

Para obter o lucro total com todas a vendas da empresa, você pode fazer da seguinte maneira:

Lucro Total = 

SUMX(BaseVendas,(BaseVendas[PrecoUnitario]-BaseVendas[Custo Unitário])*BaseVendas[Qtd. Vendida])

Explicação da fórmula:

  • A medida de Lucro Total vai fazer a soma linha a linha, considerando a seguinte conta a ser feita: multiplicar o lucro unitário (representado pela subtração entre preço e custo) pelas quantidades vendidas de produto pela empresa.
  • Somará a quantidade que é o resultado dessa multiplicação linha a linha, e depois retornará o resultado numa medida, apenas.

Mas, o Lucro Total é sempre calculado fazendo a subtração entre o faturamento e o custo, correto?

Se já temos as outras duas medidas, poderíamos fazer também da seguinte forma:

Lucro Total 2 = [Faturamento Total]-[Custo Total]

Observe os cartões criados que expõem os resultados de Faturamento Total (1 e 2), Custo Total, e Lucro Total a seguir.

Podemos, também, criar a medida de Margem de Lucro, comum nas análises de algumas empresas.

Ela consiste na razão entre as medidas de lucro total e faturamento total. Então, vamos usar a seguinte fórmula para esse cálculo:

Margem de Lucro = [Lucro Total]/[Faturamento Total]

Teremos o seguinte resultado:

Repare que o nosso resultado é um número. Mas, esse indicador é medido em porcentagem. Para colocar a medida em porcentagem, em qualquer visual criado, precisamos “dizer” para o Power BI que ela será sempre uma porcentagem.

Então, para fazer isso, teremos que:

  • Estar na 1ª guia do Power BI (relatório)
  • Selecionar a medida (Margem de Lucro, no caso)
  • A guia Ferramentas de medida se abrirá
  • Optaremos em Formatação pelo tipo Percentual

Então, teremos a medida na forma considerada ideal:

Podemos analisar também a margem de lucro ao longo do tempo, colocando a medida num gráfico de colunas empilhadas:

Para criar a análise em questão, precisaremos:

  • Ir na guia Relatório
  • Criaremos o 1º gráfico de colunas disponível no nosso cardápio de visualizações
  • Nas propriedades do gráfico utilizaremos “Data da Venda” para Eixo X, e “Faturamento Total” para Eixo Y
Coluna Calculada ou Medida

E quanto precisamos criar colunas, então?

Precisamos lidar com colunas novas quando existe a necessidade de ter uma análise linha a linha, de novas informações relevantes na nossa tabela.

Nós temos no exemplo a idade de cada cliente que comprou na empresa. Se quiséssemos fazer uma análise por faixa etária, teríamos como categorizar os clientes para fazer uma análise de qual público compra mais na empresa.

Veja abaixo, utilizando uma fórmula SE no Power BI, teremos uma nova coluna, com uma nova informação.

Coluna Calculada ou Medida

Poderemos, então, colocar as informações dessa coluna no gráfico para analisar o faturamento da empresa por faixa etária. Veja:

Coluna Calculada ou Medida

Vemos claramente pelo gráfico, dessa forma, que o público jovem é o que mais compra na empresa.

Conclusão – Coluna Calculada ou Medida

Nessa aula você lidou com:

Até o próximo post! Fique ligado no nosso canal do Youtube para mais conteúdo de Power BI, toda semana! Um abraço!

Hashtag Treinamentos

Para acessar outras publicações de Power BI, clique aqui!


Quer aprender mais sobre Power BI com um minicurso gratuito?


Quer aprender a construir um Dashboard em Excel do zero? Se inscreva gratuitamente na Jornada do Excel!