Blog

Postado em em 17 de setembro de 2022

API do IBGE com Python – Criando Link com Query Builder

Hoje eu vou te mostrar como usar a API do IBGE com Python para que você possa obter diversas informações do IBGE!

Caso prefira esse conteúdo no formato de vídeo-aula, assista ao vídeo abaixo ou acesse o nosso canal do YouTube!

Para receber por e-mail o(s) arquivo(s) utilizados na aula, preencha:

API do IBGE com Python

Nessa aula eu vou te mostrar como usar API com Python, mais especificamente a API do IBGE, que é uma API pública, ou seja, é uma API sem autenticação.

Isso quer dizer que não vamos precisar de uma chave para poder utilizar essa API, você vai poder utilizá-la diretamente sem precisar de chave ou cadastro no site.

API de Dados Agregados do IBGE

Para que você possa acessar a API do IBGE basta clicar no link abaixo que vai poder ver as diversas informações que pode obter através dessa API.

https://servicodados.ibge.gov.br/api/docs

Para o nosso exemplo vamos utilizar a primeira opção que é de Agregados, ou seja, vamos utilizar a API de dados agregados do IBGE.

Dentro dessa API nós temos o Qeury Builder, que é uma ferramenta muito útil na hora de utilizar APIs, pois ele permite com que você teste a API antes para visualizar como as informações são alteradas no link.

Isso facilita muito o entendimento da API e consequentemente facilita na hora de utilizá-la, então você pode clicar nele para começar a utilizar essa ferramenta.

Query Builder
Query Builder

Aqui é apenas um exemplo, mas você vai notar que ao finalizar a sua seleção de informações que quer obter e clicar em Gerar URL você vai ter um link.

Link gerado pelo Query Builder
Link gerado pelo Query Builder

Esse é exatamente o link que você vai utilizar na sua requisição para obter exatamente as informações que você marcou nos campos.

Então você já consegue dar uma olhada nos campos do link o que tem que colocar e onde vai colocar cada um deles, assim fica muito mais fácil de entender a API e na hora de colocar no seu código fica muito mais tranquilo de automatizar.

import requests

link = "https://servicodados.ibge.gov.br/api/v3/agregados/7392/periodos/2014/variaveis/10484?localidades=N1[all]"

requisicao = requests.get(link)
informacoes = requisicao.json()

# import pprint

# pprint.pprint(informacoes[0]['resultados'][0]['series'])

item_busca = informacoes[0]['variavel'] # variavel
resultados = informacoes[0]['resultados'][0]['series'] # series

Aqui nós temos o código que vamos utilizar para poder utilizar a API do IBGE. Como você já deve saber para utilizar APIs nós precisamos da biblioteca requests.

Pois é ela que permite ao usuário fazer uma requisição, então você precisa dela instalada (pode utilizar o comando pip install requests no anaconda prompt).

Nesse primeiro código temos o link da API, que foi gerado pelo Query Builder. Então cada seleção que você fez vai notar que ela foi inserida em uma parte específica do link URL.

Depois temos 2 linhas de código para fazer a requisição desse link, pegar informações, e depois transformar essas informações, pois geralmente elas estão no formato json.

OBS: As duas linhas que estão com #, são linhas comentadas, mas elas servem para que você visualize as informações no formato de dicionário mais organizado, então com a biblioteca pprint a visualização fica mais fácil.

Depois nós vamos mostrar na tela qual informação estamos buscando, que é a nossa variável, e depois quais são os resultados, que são resultados e series.

Resultado das variáveis item_busca e resultado
Resultado das variáveis item_busca e resultado

É claro que esse foi apenas um exemplo, então estamos pegando uma informação de um determinado setor, mas agora que já sabe como utilizar essa API do IBGE você pode buscar as informações que você de fato precisa.

Inclusive pode utilizar uma estrutura de repetição para rodar o código mais de uma vez com diferentes buscas, lembrando apenas de alterar as informações do link que vai fazer a requisição.

Assim você consegue não só obter as informações que precisa, mas consegue automatizar todo esse processo.

Lembrando que não precisa utilizar o Python só pra pegar esses dados, já pode pegar, automatizar, fazer o tratamento de dados, fazer sua análise de dados, criar gráficos…

Isso quer dizer que já pode fazer uma análise completa, então pode ir pegando tudo o que já ensinamos aqui no blog para ir complementando o seu código e criando algo mais completo.

Conclusão

Nessa aula eu te mostrei como usar a API do IBGE para obter diversas informações úteis.

O mais interessante é que essa API tem um Query Builder, ou seja, tem uma área onde você testa o que vai buscar e a própria API retorna o link.

Com isso você consegue entender de forma mais rápida como essa API funciona e ainda facilita o seu processo, pois não precisa ficar quebrando a cabeça para construir o seu link de requisição.

Hashtag Treinamentos

Para acessar outras publicações de Python, clique aqui!


Quer aprender mais sobre Python com um minicurso básico gratuito?

Quer sair do zero na linguagem de programação que mais cresce no mundo? Inscreva-se gratuitamente no Intensivão de Python!