Blog

Postado em em 1 de junho de 2022

O que é BI (Business Intelligence) e Por Que Você Deve Aprender

Você sabe o que é BI (Business Intelligence) e por que você deveria aprender? Então vem comigo que eu vou te mostrar!

Caso prefira esse conteúdo no formato de vídeo-aula, assista ao vídeo abaixo ou acesse o nosso canal do YouTube!

Para receber por e-mail o(s) arquivo(s) utilizados na aula, preencha:

Fala, Impressionadores! Hoje eu quero mostrar pra vocês o que é BI, ou seja, o que é Business Intelligence.

Aqui no canal nós falamos bastante no Power BI que é uma ferramenta de BI, mas você sabe para que serve BI ou por que utilizar o BI?

A ideia por trás desse conceito é que você consiga organizar informações para fazer análises detalhadas do seu setor (seja ele qual for) para que você consiga visualizar o que está bom para manter ou o que está ruim para melhorar.

E nada melhor do que isso quando temos um relatório ou dashboard de forma bem visual para facilitar essa análise, não é mesmo?

Então o processo de BI se inicia pelo ETL (Extract Transform and Load), ou seja, vamos extrair, transformar e carregar essas informações.

Fazer a modelagem de dados, cálculos e análises para ajustar todos os dados e deixar tudo organizado.

Depois podemos partir para a criação de relatórios e criação de dashboards para facilitar a visualização e análise desses dados.

Por fim, podemos fazer o compartilhamento dos relatórios com os chefes ou responsáveis para que eles possam tomar as decisões com essas informações que agora estão tratadas e muito mais visuais!

O que é Business Intelligence?

Segundo o próprio Power BI define, o BI ajuda as organizações a analisar dados históricos e atuais, para que possam descobrir rapidamente insights práticos para a tomada de decisões estratégicas.

O Power BI é uma ferramenta de inteligência de negócios que torna isso possível, por fazer o processamento dos conjuntos de dados em (possíveis) várias fontes e apresentar as descobertas em formatos visuais fáceis de entender e compartilhar com os usuários.

O processo geralmente é dividido em algumas etapas:

  • ETL (do inglês: extract, transform, load; do português: extrair, transformar e carregar)
  • Modelagem
  • Cálculos
  • Visualização em Dashboard
  • Compartilhamento para Análises/Decisões em grupos

Etapa 1: ETL

As ferramentas de BI geralmente utilizam do método ETL para agregar dados estruturados e não estruturados de várias fontes.

Esses dados são então transformados e remodelados, se preciso, antes de serem armazenados em um local central, para que os aplicativos possam facilmente analisá-los e consultá-los como um conjunto de dados abrangente.

Etapa 2: Modelagem

A descoberta de dados, normalmente usa automação através de etapas de armazenamento e transformação ótimas para aqueles dados, para analisar rapidamente os dados e encontrar padrões, e eventualmente exceções que fornecem uma visão do estado atual dos negócios.

É onde pode-se entender mais afundo os dados que se têm na empresa, o que eles podem responder, o que pode ser tirado deles para mostrar possíveis visões ou responder a perguntas dos gestores.

As ferramentas de BI geralmente apresentam vários tipos de modelagem de dados, tratamento e análise (exploratória, descritiva, estatística e preditiva), que exploram ainda mais os dados, podem prever tendências e fazer recomendações.

Etapa 3: Cálculos e Análises

Os relatórios de BI usam as visualizações de dados para tornar as descobertas mais fáceis de entender e compartilhar com terceiros.

Mas antes de tudo vêm os cálculos que podem ser feitos, com os dados já estruturados e tratados anteriormente.

Além disso, sabendo o que os seus dados devem responder, ou o que extrair exatamente deles pode potencializar as análises e conclusões.

Etapa 4: Relatórios

Os métodos de geração de relatórios incluem painéis de dados, gráficos e mapas que ajudam os usuários a ver o que está acontecendo com os dados em determinado momento.

Mostrar os dados atuais e históricos permite às empresas a capacidade de passar rapidamente dos pensamentos/ideias à ação para mudar ou potencializar algo.

O BI permite ajustes em tempo real, e mudanças estratégicas de longo prazo que eliminam ineficiências. Pode estimular adaptações à mudanças do mercado, corrigem problemas de fornecimento e resolvem problemas dos clientes.

Etapa 5: Compartilhamento

Os métodos de geração de relatórios incluem painéis de dados, gráficos e mapas que ajudam os usuários a ver o que está acontecendo com os dados em determinado momento.

No processo de BI ocorre também a possibilidade de compartilhamento dos relatórios com os clientes ou colegas interessados nas análises. Eles também se beneficiam desse potencial da ferramenta e podem ter impactadas as suas áreas com esse processo.

Assim, vai permitir, em tempo real ou com uma rapidez considerável, um poder de decisão estruturado e visual dos dados de forma compartilhada, em grupo, onde várias pessoas podem pensar juntas e compartilhar também ideias.

Por que as empresas se beneficiam do uso de ferramentas de business intelligence

Como ferramentas de BI aceleram a análise de informações e a avaliação de performance, elas são valiosas para ajudar as empresas a reduzir ineficiências, sinalizar problemas em potencial, encontrar novos fluxos de receita e identificar áreas de crescimento futuro.

Alguns dos benefícios específicos que as empresas obtêm ao usar o BI incluem:

  • Maior eficiência para os processos
  • Entender melhor o comportamento do cliente e dos padrões de compra da empresa
  • Acompanhamento mais assertivo das vendas, ou das equipes de marketing e performance financeira
  • Parâmetros de comparação diretos comparando dados históricos e atuais.
  • Alertas instantâneos
  • Análises que podem ser compartilhadas em tempo real entre colegas/com clientes.

As plataformas de BI (programas que possibilitam o processo) tornam o BI disponível para todos, desde executivos até equipes de operações.

OBS: Ferramenta mais requisitada pelas empresas e processos seletivos

O Power BI é a ferramenta mais requisitada pelas empresas e processos seletivos atualmente, para as vagas anunciadas de Analista de Dados nas maiores plataformas de vagas (exemplo: LinkedIn).

Podem ser incluídos também os profissionais de Business Intelligence Developer (BI Developer), analista de BI etc.

Atualmente, é tratada como um diferencial uma pessoa que possui o conhecimento em Power BI. Futuramente será um pré-requisito para as vagas de Power BI.

Segundo pesquisas da consultoria Gartner, a ferramenta da Microsoft (o Power BI) é a que lidera perante as ferramentas de Business Intelligence de outras empresas nos quesitos de ser a mais completa e ter maior poder/habilidade de execução. Veja abaixo:

O que é BI

Conclusão – O que é BI

Nessa aula eu te mostrei o que é BI que não é o próprio Power BI, ele é apenas uma ferramenta utilizada para esse fim.

Você provavelmente já viu diversos dashboards tanto aqui quanto no nosso canal do YouTube, eles deixam as informações muito mais fáceis de serem analisadas não é mesmo?

Até o próximo post! Fique ligado no nosso canal do Youtube para mais conteúdo de Power BI! Um abraço!

Hashtag Treinamentos

Para acessar outras publicações de Power BI, clique aqui!


Quer aprender mais sobre Power BI com um minicurso gratuito?


Quer sair do zero na linguagem de programação que mais cresce no mundo? Inscreva-se gratuitamente no Intensivão de Python!