Blog

Postado em em 14 de julho de 2020

Gráfico de Dispersão no Excel (3 Aplicações)

Gráfico de Dispersão no Excel

Você sabe criar um gráfico de dispersão no Excel? Conhece suas mais variadas aplicações? Nessa publicação te explico mais sobre isso!

Caso prefira esse conteúdo no formato de vídeo-aula, assista ao vídeo abaixo!

Clique aqui para baixar a planilha utilizada nessa publicação!

O que é um Gráfico de Dispersão?

Um gráfico de dispersão é geralmente um gráfico para representar 2 ou mais variáveis. Esse gráfico é utilizado para verificar a relação entre essas variáveis, esse gráfico é normalmente representado por um conjunto de pontos dispersos para que seja possível verificar essa relação e o comportamento desses dados.

Quando utilizar essa representação?

Esse gráfico de dispersão será utilizado para analisar normalmente 2 variáveis, ou seja, será utilizado para verificar o comportamento dessas duas informações.

No primeiro exemplo vamos verificar a relação entre quantidade de produtos entregues e tempo de entrega, desta forma é possível classificar e visualizar qual empresa teve o melhor desempenho e assim verificar se há uma correlação entre essas informações que faça sentido para a tomada de decisões.

Como utilizar um Gráfico de Dispersão no Excel?

Serão demonstrados 3 exemplos diferentes para que o usuário consiga visualizar diferentes aplicações e análises desse tipo de gráfico.

Para iniciar com a construção desse gráfico vamos criar um gráfico vazio, ou seja, não vamos selecionar as informações, pois vamos construir passo a passo para facilitar o entendimento, pois o que o Excel cria por padrão não será o que queremos no momento.

Inserindo o gráfico de dispersão (vazio)

Inserindo o gráfico de dispersão (vazio)

Ao selecionar a opção do primeiro gráfico de dispersão é possível observar que teremos um retângulo em branco criado, este será o nosso gráfico. Para que possamos inserir as informações dentro dele basta clicar com o botão direito e selecionar a opção Selecionar Dados.

Opção para selecionar dados do gráfico

Opção para selecionar dados do gráfico

Essa opção vai permitir com que o usuário selecione os dados que serão inseridos dentro do gráfico. Ao selecioná-la será aberta uma janela para que o usuário faça essa seleção.

Janela para seleção de dados

Janela para seleção de dados

Vamos utilizar a parte da esquerda, que se chamada Entradas de Legenda (Série). Basta clicar em Adicionar para que possamos adicionar as informações para a criação do gráfico.

Selecionando as informações dos eixos

Selecionando as informações dos eixos

No primeiro campo vamos inserir um nome (que irá aparecer como título do gráfico), sem seguida vamos selecionar as informações que ficarão no Eixo X (neste caso serão as informações de qualidade) e por fim as informações que ficarão no Eixo Y (que serão as informações de tempo de entrega).

Ao pressionar OK e OK novamente já teremos o gráfico praticamente pronto, no entanto faltará uma parte de formatação para melhorar a visualização e análise.

Gráfico de dispersão criado

Gráfico de dispersão criado

Vamos fazer algumas modificações para que o usuário consiga rapidamente identificar cada uma das empresas dentro do gráfico para fazer suas análises. O primeiro passo é ir até o + ao lado do gráfico (disponível a partir da versão 2013 do Excel). Em seguida vamos até a opção de Rótulos de Dados e por fim vamos selecionar Mais Opções.

Selecionando mais opções do rótulo de dados

Selecionando mais opções do rótulo de dados

Feito isso teremos uma guia na lateral do Excel com as opções do rótulo de dados.

Selecionando os dados para os rótulos

Selecionando os dados para os rótulos

Nesta parte vamos desmarcar a caixa de Valor Y e vamos marcar a caixa Valor a Partir das Células. Feito isso o usuário poderá selecionar as células com os nomes que deseja para mostras os nomes nos pontos do gráfico, então vamos selecionar o intervalo que contém o nome das empresas.

Resultado após a inserção do rótulo de dados

Resultado após a inserção do rótulo de dados

Agora já é possível observar o nome de cada uma das empresas, assim fica mais fácil a identificação. O próximo passo é ajustar os eixos para que fiquem entre os valores de 0 a 10, pois não temos valores acima de 10 e inserir os nomes dos eixos. Para isso basta selecionar o eixo desejado, clicar com o botão direito e ir até a opção Formatar Eixo.

Opção para formatar eixo

Opção para formatar eixo

Feito isso teremos novamente a guia ao lado do programa e vamos alterar as opções de limites e unidades (que será o espaçamento entre cada informação). Neste caso vamos deixar de 0 a 10 e as unidades vamos deixar 1, pois queremos que as informações sejam mostradas de 1 em 1 unidade.

Alterando os limites e as unidades dos eixos

Alterando os limites e as unidades dos eixos

Agora basta repetir o procedimento no outro eixo.

Gráfico após alteração nos eixos

Gráfico após alteração nos eixos

Feito isso temos o gráfico completo de Qualidade x Tempo de entrega para essas 10 empresas.

Nesta primeira parte foi possível aprender a como criar um Gráfico de Dispersão com 2 variáveis no Excel.

Para o próximo exemplo vamos adicionar mais 1 variável, que será a variável Durabilidade, ou seja, além de mostrar qualidade e tempo de entrega vamos inserir mais uma informação para análise.

Tabela para análise com 3 variáveis

Tabela para análise com 3 variáveis

Vamos repetir o mesmo procedimento de criação do gráfico, mas neste caso ao invés de escolher o gráfico de dispersão vamos selecionar o Gráfico de Bolhas.

Selecionando o gráfico de bolha

Selecionando o gráfico de bolha

Agora vamos inserir as informações dentro do gráfico da mesma forma que foi feito no exemplo anterior, no entanto teremos mais 1 opção que será o tamanho da bolha.

Esse tamanho será exatamente onde ficará representado a nossa terceira variável, ou seja, quanto maior a bolha maior a durabilidade do item.

Selecionando as informações dos eixos e da bolha

Selecionando as informações dos eixos e da bolha

Com isso o gráfico será criado já com a bolhas de acordo com o valor da durabilidade.

Resultado do gráfico de bolha

Resultado do gráfico de bolha

Após as alterações desejadas o usuário poderá deixar o gráfico da forma que mais o agrada.

Alterando a formatação do gráfico

Alterando a formatação do gráfico

Para o próximo exemplo vamos verificar um exemplo que também é bem comum com gráfico de dispersão, que é para verificar existe uma correlação entre as informações e para isso vamos utilizar uma linha de tendência.

Dados para o último exemplo

Dados para o último exemplo

Vamos novamente fazer a criação de um gráfico de dispersão igual ao primeiro gráfico que foi criado, lembrando que será criado do zero.

Gráfico de dispersão criado

Gráfico de dispersão criado

Feito isso podemos ir até o símbolo de + e adicionar a linha de tendência.

Inserindo a linha de tendência

Inserindo a linha de tendência

Isso vai mostrar se temos de fato uma relação entre esses dados.

Gráfico com a linha de tendência

Gráfico com a linha de tendência

Essa linha que apareceu indica que temos uma relação linear e de fato mostra que a medida em que a nota geral do produto aumenta a tendência é que o preço também aumente.

Então aqui temos uma relação de que a medida em que uma variável aumenta a outra também está aumentando.

Foi possível aprender como utilizar diferentes tipos de gráfico de dispersão e ainda como inserir uma linha de tendência para analisar se as variáveis possuem algum tipo de relação e qual é essa relação a partir dessa análise visual.

Hashtag Treinamentos

Você já viu nossos conteúdos gratuitos que disponibilizamos além de nosso curso de Excel? Clique para saber mais!


Quer aprender tudo de Excel para se tornar o destaque de qualquer empresa?


O maior evento de Excel da América Latina, a Semana do Excel, já começou!
Preencha seu e-mail abaixo para participar!