Blog

Postado em em 28 de agosto de 2019

FÓRMULAS MATRICIAIS – Contando VALORES ÚNICOS em uma TABELA

Nessa publicação vamos mostrar como utilizar Fórmulas Matriciais! Sei que muita gente nem sabe que existe esse tipo de fórmula no Excel!

Caso prefira esse conteúdo no formato de vídeo-aula, assista ao vídeo abaixo!

Para baixar a planilha utilizada nessa aula clique aqui!

 

O que é uma Fórmula Matricial?

Fórmula Matricial é uma maneira do Excel trabalhar com matrizes, ou seja, é possível fazer as operações comuns entre matrizes e até mesmo utilizar fórmulas de uma maneira um pouco diferente, aplicando elas a toda a matriz selecionada.

Uma matriz é como se fosse uma tabela contendo linhas e colunas, é muito utilizada na matemática, principalmente para resolver alguns problemas. Portanto o Excel é capaz de fazer operações entre matrizes para que possa calcular corretamente as operações como as fórmulas que podem ser utilizadas para cada elemento da matriz.

 

Quando utilizar as Fórmulas Matriciais?

Vamos utilizar a fórmula matricial sempre que seja necessário trabalhar com matrizes principalmente quando precisamos utilizar uma fórmula para analisar um conjunto de dados (que seriam as matrizes), ou seja, uma fórmula SE ao invés de utilizar em cada uma das células da matriz é possível selecionar todo um intervalo para isso.

Neste caso vamos utilizar a fórmula matricial para verificar a quantidade de itens únicos em uma tabela, tanto de produtos quanto de lojas.

 

Tabela inicial

Tabela inicial

 

Como utilizar esse tipo de função?

Vamos começar com um exemplo mais simples para facilitar a explicação de como podemos obter a quantidade de itens únicos. Note que não será utilizada a ferramenta de Remover Duplicatas, pois isso iria gerar um trabalho extra que seria de copiar a coluna desejada em outro lugar, remover os itens repetidos para que pudesse ser feita a conta de quantos itens únicos existem.

 

Tabela simplificada para exemplificar o uso da fórmula matricial

Tabela simplificada para exemplificar o uso da fórmula matricial

 

Será utilizada essa tabela simples para exemplificar como será feita a contagem dos itens únicos. Temos algumas maneiras de fazer essa contagem, aqui vamos utilizar a divisão, ou seja, vamos pegar o valor 1 (que corresponde a 100%) e dividir pela quantidade de vezes que cada uma das lojas aparece, portanto se a Loja C aparece duas vezes vamos atribuir ao lado de cada uma o valor de 0,5, pois na soma precisaremos apenas do resultado final, visto que elas são iguais a soma deverá ser igual a 1. Isso quer dizer que se a Loja B aparece 4 vezes a soma de todas as lojas deve ser igual a 1, pois queremos apenas o valor único de cada loja.

 

Coluna auxiliar, dividindo o inteiro pela quantidade de aparições de cada loja

Coluna auxiliar, dividindo o inteiro pela quantidade de aparições de cada loja

 

Desta forma é possível verificar que o somatório total do valor de cada loja o resultado é igual a 3, que é exatamente a quantidade de lojas únicas dentro da coluna B. Para transformar isso em uma fórmula será necessário contar quantas vezes aquela loja aparece, portanto para esta parte será utilizada a fórmula CONT.SE, desta forma é possível contar quantas vezes cada loja aparece. Então ao dividir 1 pela soma teremos um valor que ao somado resultará em 1, ou seja, para que cada loja seja contada apenas como 1.

 

Utilizando a fórmula CONT.SE para fazer o cálculo automático da coluna C

Utilizando a fórmula CONT.SE para fazer o cálculo automático da coluna C

 

Ao escrever a fórmula o resultado obtido deverá ser igual ao da coluna C, portanto basta copiar a fórmula para todas as outras células.

 

Fórmula aplicada a todas as células

Fórmula aplicada a todas as células

 

Feito isso é possível observar o mesmo resultado, e, portanto, a soma também é a mesma. Com as fórmulas matriciais será possível resumir todas essas contas em uma única célula, ou seja, todos esses números de cada loja e sua soma serão comprimidos em uma célula apenas.

 

Fórmula para efetuar a contagem dos valores únicos utilizando os dados anteriores

Fórmula para efetuar a contagem dos valores únicos utilizando os dados anteriores

 

O primeiro passo é escrever a fórmula desta maneira, vamos somar essa fórmula dentro do intervalo selecionado, no entanto o intervalo de critérios será o mesmo intervalo utilizado para o critério. Isso acontece porque na fórmula matricial ela vai fazer a operação célula por célula, ou seja, quando estiver na célula B3 ela vai analisar quantas vezes a Loja C aparece em todo o intervalo, e assim por diante. É como se o Excel fizesse essa tabela que temos na célula D internamente e vai calculando o valor de cada célula, e como temos a função SOMA quer dizer que estamos somando todos esses valores internos calculados pela fórmula matricial.

Então a fórmula matricial vai fazer a conta em todo o intervalo selecionado, um a um e vai guardar esse valor internamente.

IMPORTANTE: Se o usuário pressionar ENTER como faz normalmente o resultado obtido será 0,5 que é somente o valor do primeiro cálculo, ou seja, da primeira célula. Para que a fórmula matricial funcione o usuário deverá pressionar CTRL + SHIFT + ENTER quando estiver ainda na parte de edição da célula. Feito isso o resultado será o correto e será apresentado em apenas uma célula.

 

Resultado após utilizar as fórmulas matriciais

Resultado após utilizar as fórmulas matriciais

 

Para verificar se a fórmula matricial está aplicada basta clicar na célula uma única vez e observar na barra de fórmulas que a fórmula da célula está entre chaves {}.

 

Visualização das fórmulas matriciais na barra de fórmulas do Excel

Visualização das fórmulas matriciais na barra de fórmulas do Excel

 

É importante ressaltar que não adianta o usuário colocar as chaves manualmente quando estiver escrevendo que não irá funcionar. A fórmula matricial só funcionará se o usuário pressionar CTRL + SHIFT + ENTER ao invés de apenas ENTER para concluir a fórmula.

Agora que aprendemos a aplicar as fórmulas matriciais em um contexto menor para facilitar e até mesmo contar para conferir se o resultado está correto, vamos utilizar essa fórmula matricial na aba principal que possui uma quantidade muito maior de itens. Vamos utilizar para descobrir tanto a quantidade de códigos únicos quanto a quantidade de lojas únicas.

A fórmula utilizada será exatamente a mesma, a única diferença é a quantidade de dados que agora será bem maior, ou seja, o intervalo selecionado será maior.

 

Resultado final utilizando a tabela completa

Resultado final utilizando a tabela completa

 

Desta forma o usuário não precisa fazer ações a mais como utilizar a ferramenta de remover duplicatas, criar colunas auxiliares entre outras atividades para efetuar essa soma de valores únicos.

 

Essa é uma forma simples, rápida e efetiva de descobrir quantos valores únicos temos dentro de uma tabela, seja ela pequena como o primeiro exemplo, ou seja, ela maior como o segundo exemplo que possui 1000 linhas. Tudo isso utilizando a fórmula matricial que permite essa flexibilidade e permite que o usuário economize tempo e fórmulas.

 

Para outras publicações do nosso site, acesse: https://www.hashtagtreinamentos.com/linha-do-tempo-grafico-dinamico/

Você conhece as modalidades de curso que a Hashtag Treinamentos oferece? Possuímos uma ampla variedade de cursos, tanto online quanto presenciais! Clique para saber mais!


Quer aprender tudo de Excel para se tornar o destaque de qualquer empresa?