Blog

Postado em em 4 de setembro de 2022

Curso de Power BI Aula4 – Criando o Dashboard do Zero

Hoje em Curso de Power BI Aula4 eu vou te mostrar como criar um dashboard do zero mesmo que esteja sem ideias para criar o seu!

Caso prefira esse conteúdo no formato de vídeo-aula, assista ao vídeo abaixo ou acesse o nosso canal do YouTube!

Curso de Power BI Aula4

Para receber por e-mail o(s) arquivo(s) utilizados na aula, preencha:

Curso de Power BI Aula4

Como você deve saber para poder fazer sua apresentação ficar ainda melhor dentro do Power BI é necessário que você construa um dashboard.

Isso quer dizer que você vai construir um painel com todas as informações que já têm, medidas, cálculos, colunas… Assim vai conseguir mostrar de uma forma eficiente todas as suas informações.

Criando Dashboard no Power BI

A ideia dessa aula é te mostrar como criar dashboard no Power BI, ou seja, como juntar todas as informações que já foram tratadas para mostrá-las de uma forma bem visual e eficiente.

Isso é muito importante para facilitar a visualização e o entendimento dos dados, então um dashboard vai impressionar e facilitar muito a visualização dessas informações, mesmo que a pessoa nem seja da área.

Antes de começar eu quero te mostrar 2 sites importantes para que você não fique sem ideias na hora de criar o seu dashboard.

Pois esse é o maior dos problemas na hora da criação de dashboards, muitas pessoas não sabem nem por onde começar, quais gráficos colocar, quais análises, quais cores combinam…

O primeiro site é o Dibbble, onde você pode buscar por dashboard e encontrar diversos modelos para utilizar como inspiração.

O segundo é o que muita gente já conhece, o Pinterest. Isso mesmo, esse site é muito bom para encontrar dashboards também!

Aqui você pode pegar várias ideias, cores que pode utilizar, layout das informações e gráficos… Tudo o que precisa para criar o seu próprio dashboard.

Então não tem uma fórmula certa ou um dashboard perfeito, você sempre vai ter diversas maneiras de criar um dashboard.

Layout do dashboard
Layout do dashboard

Esse aqui é o layout que nós vamos utilizar que foi feito dentro do PowerPoint. A ideia é que você já tenha em mente como vai ficar o seu layout, onde vai colocar cada uma das informações para que você consiga criar esse plano de fundo.

Depois basta trazer essa imagem para dentro do Power BI e posicionar as informações em cada espaço que você destinou para cada uma delas.

Lembrando que aqui no blog nós já temos uma aula de Como Criar um Layout Profissional para o Power BI. Então se quiser criar o seu dessa forma dá uma olhada nessa aula que vai te ajudar bastante!

OBS: Vale lembrar que esse layout que vamos utilizar está disponível para download, então se quiser apenas seguir o passo a passo da aula pode baixar e continuar seguindo a aula normalmente.

Quando tiver terminado seu layout pode salvar ele e abrir dentro do Power BI dentro da opção Tela de fundo.

Ajuste da tela de fundo do Power BI
Ajuste da tela de fundo do Power BI

Aqui é importante que você coloque a opção Ajuste dentro de Ajuste da Imagem para que o layout ocupe toda a tela, caso contrário ele pode ficar com um tamanho distorcido.

Outro ponto importante é colocar a transparência em 0, pois por padrão ela vem com 100%, ou seja, ela fica totalmente transparente e não aparece.

Tela ajustada no Power BI
Tela ajustada no Power BI

Com isso você já tem sua imagem pronta para ajustar seus elementos do dashboard. Não se preocupe com essa caixinha e texto que está bem no meio do dashboard.

Isso só aparece porque ainda não temos nenhum visual dentro do dashboard, assim que colocar o primeiro visual essa informação vai sair da tela.

Para o nosso primeiro campo, que é o campo em azul, nós vamos utilizar o Cartão de Linha Múltipla. Que permite com que o usuário insira mais de uma informação.

O cartão normal só permite que uma única informação apareça dentro dele. Só que o cartão de linha múltipla acaba tendo um visual melhor, então pode ser sempre uma opção!

Cartão de linha múltipla
Cartão de linha múltipla

Depois basta arrastar a coluna de Qtd Contatações para “Campos” do cartão, assim as informações já aparecem dentro dele.

Para que você não tenha que formatar cada um dos cartões e gráficos que vai inserir no dashboard de forma manual, nós podemos criar um tema padrão para relatórios.

Nós temos uma aula aqui no canal explicando como fazer isso. Lá você pode fazer seus ajustes para deixar tudo padrão, remover o plano de fundo dos gráficos e cartões, alterar as cores, o texto, painel de filtros…

Caso queira acessar esse conteúdo basta clicar aqui para que você possa fazer suas configurações e não ter que formatar de um por um os visuais no dashboard.

Cartões posicionados e com as informações
Cartões posicionados e com as informações

Aqui você pode copiar o primeiro cartão e só alterar o campo com a informação que será mostrada, assim não tem que criar nem formatar o cartão do zero.

Agora nós vamos iniciar com os gráficos. O primeiro deles será o gráfico de barras, que já o primeiro gráfico da parte de visualizações.

Você vai notar que dentro dos gráficos temos mais campos do que no cartão que temos apenas um.

Então vamos ter que colocar as informações para que o gráfico seja construído da forma correta.

Ajustando os dados do gráfico
Ajustando os dados do gráfico

Para esse primeiro nós vamos visualizar os funcionários ativos por área na empresa, então precisamos dessas duas informações.

IMPORTANTE: Na opção de Formatar seu visual você vai poder fazer os ajustes que quiser no seu cartão ou no seu gráfico. Então pode alterar a fonte, as cores, plano de fundo, contorno, adicionar rótulo de dados…

Ferramenta para formatar os visuais
Ferramenta para formatar os visuais

O próximo gráfico que nós vamos utilizar é o gráfico de Colunas Empilhadas, que fica logo ao lado do gráfico de barras.

Para esse gráfico nós vamos inserir a coluna de Qtd Contratações, mas vamos querer fazer uma análise por ano da Data de Contratação.

Para fazer isso você vai notar que esse campo de data tem uma seta logo ao lado, que vai abrir a hierarquia de data, que tem as informações de ano, trimestre, mês e dia.

Visualizando a hierarquia de datas
Visualizando a hierarquia de datas

Como queremos analisar por ano, basta selecionar essa opção, assim vamos ter a quantidade de contratações por ano.

Lembrando que você pode fazer diferentes análises de acordo com a sua necessidade, então pode ser que uma análise diária ou mensal faça mais sentido.

OBS: A medida em que você vai criando os gráficos pode ajustá-los para caber dentro do layout que foi construído. Caso queira ajustar o layout basta você refazer e trazê-lo de novo para o programa sem problemas!

Outra ferramenta bem interessante que temos dentro do Power BI é o Pincel de Formatação, que temos em outros programas da Microsoft.

A ideia dele é copiar uma formatação que você já fez e colar em outro lugar, com gráficos é a mesma coisa, boa parte ou quase todas as formatações que criar você será capaz de passar para o outro gráfico.

Assim você evita de ter que formatar tudo do zero para todos os gráficos.

Usando o pincel de formatação para copiar a formatação do gráfico
Usando o pincel de formatação para copiar a formatação do gráfico

Para o nosso próximo gráfico queremos algo para mostrar o percentual de homens e mulheres na empresa.

Nesse caso o gráfico ideal seria o gráfico de pizza ou o gráfico de rosca, pois são gráficos para pouquíssimas informações, é isso mesmo poucas informações.

Gráfico de Pizza e Gráfico de Rosca
Gráfico de Pizza e Gráfico de Rosca

São gráficos que você não pode encher de informação, pois começa a ficar confuso e muito difícil de entender, então você pode colocar no máximo 4 informações (quanto menos melhor).

Dessa forma consegue visualizar de forma clara todas as informações que você tem, caso contrário vai virar uma bagunça e vai mais atrapalhar do que ajudar na hora da análise de dados.

Para esse exemplo vamos utilizar o gráfico de rosca, que é basicamente o gráfico de pizza, mas sem a parte central, então de fato parece uma rosca.

Aqui vamos colocar as colunas de Func. Ativos e Genero, assim vamos ter o percentual desses funcionários na empresa de uma forma bem visual.

Curso de Power BI Aula4
Criando e ajustando o gráfico de rosca

Aqui podemos fazer os ajustes do gráfico para remover a legenda e acrescentar a categoria dentro do próprio rótulo de dados, assim facilita a visualização dos dados.

Veja como fica bem claro o gênero e o percentual dentro desse gráfico.

Para finalizar o nosso dashboard, vamos utilizar o gráfico de mapa que permite mostrar as informações em cada localização.

Curso de Power BI Aula4
Gráfico de Mapa

Nesse exemplo vamos utilizar a coluna de Func. Ativos, que vamos colocar no campo de Tamanho da bolha. E vamos utilizar a coluna de Cidade que vamos colocar no campo de Localização.

Dessa forma vamos ter um círculo representando a quantidade desses funcionários ativos em cada uma dessas localidades.

Curso de Power BI Aula4
Ajustando o gráfico de mapa

Aqui você pode inclusive alterar o tamanho das bolhas, para facilitar a visualização e na parte de estilo você pode escolher alguns tipos de mapa para se adaptar a sua apresentação.

Um ponto importante dos gráficos é que eles são interativos, ou seja, eles se comunicam entre si. Isso quer dizer que se você selecionar uma informação em um gráfico, todos os outros serão filtrados para aquela informação.

Curso de Power BI Aula4
Verificando o filtro dos gráficos

O único problema desse filtro padrão do Power BI é que ele apenas pinta uma parte dos dados, o que pode dificultar a visualização.

Nós vamos ajustar a configuração para que ele filtre de fato e mostre somente as informações referente a nossa seleção e tire esses totais.

Para resolver isso basta ir até a guia Arquivo > Opções e Configurações > Configurações do relatório. Dentro dessa opção você vai marcar a caixa chamada Alterar a interação visual padrão de realce cruzado para filtragem cruzada.

Não é um nome intuitivo, mas você vai ver como a filtragem vai ficar muito melhor dessa maneira.

Curso de Power BI Aula4
Ajustando a visualização dos filtros

Aqui temos só as informações daquela seleção, sem mostrar aqueles totais que não estão pintados, então fica mais fácil analisar.

É claro que isso depende do que você quer apresentar, é possível que queira da maneira inicial, então isso fica por sua conta.

Para finalizar eu queria deixar uma publicação que nós temos aqui no blog sobre os Gráficos Certos no Power BI.

Isso é muito importante para que você saiba qual gráfico utilizar em cada situação até para facilitar a visualização dos dados.

Até porque a ideia de um gráfico é transformar aquele tanto de informação em uma tabela para uma imagem que seja fácil de ser processada e entendida!

Conclusão – Curso de Power BI Aula4

Nessa aula (Curso de Power BI Aula4) eu te mostrei como criar um Dashboard do Zero no Power BI para que você possa apresentar as suas informações de uma forma mais visual e dinâmica.

Agora você já pode construir seus próprios dashboards para apresentar seus projetos na empresa ou até mesmo em um processo seletivo!

Lembrando que não tem fórmula pronta para dashboard, você pode usar a criatividade e dar a sua cara para o seu dashboard!

Hashtag Treinamentos

Para acessar outras publicações de Power BI, clique aqui!


Quer aprender mais sobre Power BI com um minicurso básico gratuito?

Quer receber um minicurso 100% gratuito de Excel? Preencha seu e-mail abaixo!